Liberdade é só um outro modo de dizer que não há nada a perder ; Janis Joplin

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Para sempre, e sempre.
   E a um som inexistente ao normal, meus pensamentos tornaram-se hesitantes e oblíquos, a ponto de não serem mais meus. Aquela manhã calma e transitória impulsionava sensações relutantes em aparecer, mas que eu não gostaria. Busquei, abruptamente, algum sinal de relação coerente com o motivo pelo qual estou tentando encontrar. Talvez tenha encontrado, mas eu estou tão presa a você de uma maneira imprudente , que não resta mais visão. Ainda possuo todas as  suas cartas, a saudade insiste em mantê-las por perto. São os únicos vestígios de que você me amou e provavelmente, ainda me ama. Espero por uma simples confirmação , e enquanto isso não acontece, tento arrancar essa parte de você presente em mim em folhas de papéis. Mas não adianta, cansei de ser uma personagem decidida a te esquecer. Eu te quero, te quero para sempre, mesmo que ele venha a acabar. Já não aguento mais viver uma realidade inventada.

6 Comentários:

/ disse...

o.O adoro os seus desabafos! São incriveis e expressa assim, de uma maneira ou outra o que toda menina sente!
Beijão, e amei o banner novo ♥

Maldito disse...

Se a realidade for inventada por outra pessoa que não vc,.. é preocupante mesmo!

Gabriela S. * disse...

lindo nossa amei.
to seguindo beijos e sucesso !

Isadora Beatriz disse...

fico, as vezes, sem saber o que comentar, as vezes, sendo até uma leitora fantasma...Seus textos são ótimos e expressivos de uma tal maneira que me deixa sem palavras. Já segui o seu outro blog (do livro), mas posso esperar para começar a lê-lo.!


beijos, isa.

Alanna Stefhany disse...

OO' como eu adoro vocês!

Thiara Ribeiro disse...

Me sinto assim...

"Espero por uma simples confirmação , e enquanto isso não acontece, tento arrancar essa parte de você presente em mim em folhas de papéis."

belissímoo! como sempre!

;**